O QUE MOTIVA A SUAS ESCOLHAS?

Atualizado: 22 de Nov de 2019

Temos oportunidade de fazer escolhas a cada instante. As escolhas que fazemos são pautadas nas nossas motivações, sendo que muitas vezes parecem ser automáticas porque não paramos para avaliar a qualidade das mesmas.


Temos oportunidade de fazer escolhas a cada instante. As escolhas que fazemos são pautadas nas nossas motivações, sendo que muitas vezes parecem ser automáticas porque não paramos para avaliar a qualidade das mesmas.


Convido a você neste post a aprender a reconhecer as motivações por trás de suas escolhas. Podemos dividi-las em três origens diferentes:


A primeira origem vem da nossa parte sábia; aquela que acredita e se conecta com o nosso potencial. Esta parte sabe que o Universo é abundante e bom; que existem oportunidades para todos e um potencial infinito de possibilidades de criação.


Somos nós a favor de nós mesmos, da vida e da união com as pessoas. Quando a nossa motivação vem desta fonte, tudo o que colocamos em movimento flui. Mesmo quando nos deparamos com adversidades, estas não são empecilhos para que continuemos a nossa expansão. Elas representam apenas oportunidade de reavaliar a rota que tomamos, portanto possibilidades de aprender, o que agrega muito mais maturidade e experiência no nosso caminho. Quando a nossa motivação vem desta fonte, ela tende a aumentar, expandir e nos fortalecer na nossa escolha. A vida flui com alegria e confiança na bem aventurança.


A segunda origem vem da nossa parte que não quer pagar o preço pela escolha. É a parte que quer garantias da vida para se colocar em movimento. Você já fez isso? Quando falamos para nós mesmos: “Só vou fazer tal coisa se...”.São as condições que colocamos para oferecer o nosso melhor para a vida: Só vou fazer se ninguém me criticar, se tiver certeza de que dará certo, se não demandar muito esforço, e assim vão os “ses” que colocamos, que limitam o nosso potencial de expansão e crescimento. Quando a nossa motivação vem desta origem, ela está pautada na nossa desconfiança em relação à vida, nossos medos, crenças errôneas e pré julgamentos.


É uma motivação distorcida que pode ser fraca, se for pautada no medo e pré julgamento, ou enérgica, se for pautada na raiva e rebeldia, o que nos leva a um embate a um caminho de separatividade com o mundo. Somos nós versus os outros. E o mais triste disso é que essas crenças limitantes são ilusórias, não paramos para observar e avaliar o porquê de acreditarmos nelas. Se nos abríssemos a acolher a nossa parte que acredita nelas, com a certeza de que é uma ilusão, poderíamos entender o que nos faz agir assim, realinhar essa visão distorcida para que a nossa motivação pudesse se ter se realinhar com a primeira fonte.


A terceira origem é a pior. Esta origem está pautada em um lugar que está fora de nós. Colocamos nos outros. É a motivação pautada nos “tenho que” e “deveria” só que em função do que achamos que os outros gostariam que fizéssemos;do que acreditamos que os outros validariam e que com isso estaríamos garantindo o amor e a aprovação das pessoas, mesmo que o preço fosse passar por cima do nosso amor próprio e da nossa auto validação.


Somos nós em função dos outros. Nesta situação, perdemos o nosso poder pessoal. Não acreditamos no nosso valor e nos comparamos com os outros. Não acreditamos na nossa singularidade e no nosso potencial de criação. É uma motivação, se se pode chamar assim, tensa. Ela acaba logo. Não impulsiona. Freia a nossa expansão e nos leva à estagnação. Se vier desta origem, precisamos quebrar o caminho, para justamente avaliar o que faz com que não acreditemos em nós mesmos. Aí poderemos olhar que talvez tenhamos defeitos que não queremos aceitar e por isso achamos que precisamos ser diferentes. Provavelmente nos depararemos com um orgulho bobo. E tudo bem. Poderemos assim olhar essas crenças que não aceitamos e que de fato nos separam das pessoas.


Com isso avalie as suas motivações: De qual origem vem? Todos nós temos motivações que vem das três origens e muitas vezes simultaneamente. Isso quer dizer que para a mesma situação podemos ter três tipos de motivações diferentes. Ao tomar consciência disso, você pode escolher se alinhar com a melhor fonte.


E com isso fazer escolhas que possam impulsionar a sua vida.


Experimente!

0 visualização

Isabel Urrutia

Terapeuta de Autodesenvolvimento

Logo color.png

+55 11 98902 6558

  • Instagram
  • Facebook

Receba nossa Newsletter

© 2020- LOGOS CAMINHO- Para o Desenvolvimento Humano - São Paulo - Brasil

 Tel:(+55)11989026558 - Mail: Isabel@logoscaminho.com.br 

Powered by: